segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Bushido ( O código de honra)


 
Eu não tenho pais, faço do céu e da terra meus pais.
Eu n
ão tenho casa, faço do mundo minha casa.
Eu n
ão tenho poder divino, faço da honestidade meu poder divino.
Eu n
ão tenho pretensões, faço da minha disciplina minha pretensão.
Eu nã
o tenho poderes mágicos, faço da personalidade meus poderes mágicos.
Eu n
ão tenho vida ou morte, faço das duas uma, tenho vida e morte.
Eu n
ão tenho visão, faço da luz do trovão a minha visão.
Eu n
ão tenho audição, faço da sensibilidade meus ouvidos.
Eu n
ão tenho língua, faço da prontidão minha língua.
Eu n
ão tenho leis, faço da autodefesa minha lei.
Eu n
ão tenho estratégia, faço do direito de matar e do direito de salvar vidas minha estratégia.
Eu n
ão tenho projetos, faço do apego as oportunidades meus projetos.
Eu n
ão tenho princípios, faço da adaptação a todas as circunstâncias meu princípio.
Eu n
ão tenho táticas, faço da escassez e da abundância minha tática.
Eu n
ão tenho talentos, faço da minha imaginação meus talentos.
Eu n
ão tenho amigos, faço da minha mente minha única amiga.
Eu n
ão tenho inimigos, faço do descuido meu inimigo.
Eu n
ão tenho armadura, faço da benevolência minha armadura.
Eu n
ão tenho espada, faço da perseverança minha espada.
Eu n
ão tenho castelo, faço do caráter meu castelo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário