sábado, 28 de abril de 2012

Dica de Livro

Anyhaseo!


Recomendo a todos a biografia do homem que mais fez pelas artes marciais no Brasil!
Livro que procurei durante meses encontrei dando sopa na prateleira da livraria.Não ficou 24 horas lá.E esta valendo a pena a cada pagina!

Carlos Gracie "O criador de uma dinastia" por Reila Gracie.

Incompreendida muitas vezes esta família fez da arte marcia e da quebra de tabus sua marca!
Uma família aristocrata que se transformou uma familia de lutadores!
A família que deu um novo passo para a evolução das artes,do esporte e das lutas.
Este livro conta desde seu ínicio nas artes marciais até sua conturbada vida particular.

Um livro obrigatorio para quem curte artes marciais e sobretudo um livro obrigatorio para quem é brasileiro.
Oss

David Mendes

terça-feira, 24 de abril de 2012

Chute é tudo igual? Bandal Tchagui X Mawashi Geri


“Antes de estudar arte, um soco para mim era apenas como um soco, um chute apenas como um chute. Depois que estudei a arte, um soco não era mais um soco, um chute não era mais um chute. Agora que compreendi a arte, um soco é apenas como um soco, um chute apenas como um chute.”
Bruce Lee (Ator de filmes Artes Marciais)





Mawashi Geri
 


Bandal Tchagui (ou Ap Dolio Tchagui)






Anyhaseo!

Com o estudo das artes marciais e hoje ainda mais com a divulgação do esporte MMA.As conversas sobre artes marciais são mais constantes e por conseqüência as pessoas que querem entender de arte marcial, mas apenas são fãs, tentam em vão discutir como doutos na mesma.Eu mesmo se não treinasse artes marciais também estaria por aí citando Bruce Lee.Dizendo até que o Jab (soco do boxe) é a mesma coisa que um Kizami Zuki (soco do Karate) ou um Bande Jirugui (no Tae Kwon Do).Eles são socos parecidos que variam em força,potencia e com pequena variação de trajetória e aplicação.E olha que muitas vezes falo besteira pois não estudo artes há muito tempo.Esses dias eu como muitos até mais graduados estava me arriscando a falar de arte e falei que o boxe não tinha técnica.Uma grande besteira,pois na verdade diferente do Karate o boxe aprimora sua técnica apenas de uma forma diferente do Karate e por aí vai.

Neste post não desejo confrontar artes e sim mostrar a diferença entre as técnicas de chute circular do Karate Shoto-Kan e Tae Kwon Do WTF (Olimpico).
O Bandal Tchagui demonstrado por Mestre Woo (Tae Kwon Do)é um chute circular de certa forma frontal,pois o joelho é levantado frontalmente para depois o quadril ser “encaixado” você da um “tapa” no adversário que você deseja atingir com ele.
Este chute tem o ponto forte no tempo em que leva para se chegar ao adversário e tem o movimento mais curto. Em competições ou situações que se precisa chutar com velocidade ele é ótimo para ser usado pois atinge o oponente bem mais rápido que um chute lateral completo.Seu ponto fraco é que neste “atalho”,digamos assim, que o chute circular pega, para se tornar rápido ele perde potencia.Existe a variante onde se chuta com a região de cima da  planta do pé (ou bola do pé chamada no TKD ap tchuck) mas no Tae Kwon Do WTF não é quase treinada ou incentivada.
O Mawashi Geri demonstrado por Kagawa Sensei (Karate Do) já pode ser considerado um chute circular completo pois o quadril é usado desde o ínicio aumentado assim a potencia do chute.Ele nos dá a opção de ser usado tanto Koshi (planta do pé) mais traumatizante e exige mais experiência de quem o executa como Haisoku (Peito do pé) que aumenta a área atingida (mais recomendado para chutes esportivos exemplo Karate WKF) e perde um pouco mais força.Pontos positivos do Mawashi Geri.Um chute mais forte recomendado para usar em defesa pessoal.Pontos fracos como sua trajetória é maior fisicamente ele leva mais tempo para chegar ao adversário.O Mawashi Geri Koshi requer mais controle de seu usuário.Não recomendado para iniciantes.A estes é recomendado que treinem o haisoku  e só com o controle deste,treina se o koshi.Deve ser usado somente em casos de necessidade e real perigo onde se visa neutralizar por completo o adversário.

Na dúvida se você pratica "cross-training" não custa treinar os dois.
Grato a todos.

Oss 
Me ajudaram neste post direta e indiretamente:
As conversas pessoais com meu Mestre de Tae Kwon Do César  e Senpai de ShotoKan Karate Ricardo 1ºKyu Faixa Marrom.

David Mendes 6ºgub Faixa Verde Tae Kwon Do WTF e 7º kyu Faixa Branca de Karate Shoto-Kan


segunda-feira, 23 de abril de 2012

O "jeitinho" brasileiro!


“Tentando não errar mais do que já errei”
MPXIII (Rapper)


"A realidade é uma merda?
Azar da realidade porque nos vamos mudar!"
 Lobão (Cantor)


Hoje quando fui ao trabalho notei que algumas pessoas no ônibus fingiam dormir para não darem lugares a um idoso que entrou. Ele calmamente foi chegando até o fim do ônibus mas ninguém levantava para dar lugar a ele.Chegando ao final do ônibus próximo ao ultimo banco onde eu estava.Levantei me e concedi o lugar a ele.Não fiz nada de louvável apenas cumpri meu dever a um senhor que visivelmente trabalhou e viveu mais tempo, que este que vos fala, e merece algum reconhecimento.Era meu dever.Coisa que meu pai me ensinou antes dos 7 anos.O que também não foi nada de louvável mas apenas seu dever como pai.
No Brasil as pessoas têm costume de achar que levar vantagem sobre alguém é sinal de inteligência. Quando é totalmente o oposto.
Seja num produto sem nota fiscal. Seja em um toco no supermercado. Seja ao tentar cortar uma fila a levar utensílios do ambiente de trabalho para decorar a casa.
Como canecas, porta lápis, canetas e etc.
Meu Mestre uma vez tinha um aluno que não treinava com ele há anos e eis que numa noite o dito cujo aparece com uma faixa colorida na cintura (azul ou verde se não me engano). Para mim isso por si só é errado. O cara estava há bilhões de anos sem treinar. Custa ele por uma faixa branca até o Mestre aceitar seu grau ou fazer um exame de compatibilidade. Isso é o mínimo. Para não bastar depois de um tempo vimos este camarada na mídia de faixa preta na cintura. Ele por mais que tenha sido o espertão que ganhou a faixa preta de um empresário interessado em manter alguém medíocre em sua escola ou ONG enquanto ambos sugam as tetas do governo. Mesmo achando que esta em vantagem, ele esta vivendo uma mentira. Uma mal contada. Além de ele ser medíocre e fora de forma, ele esta  sujeito a apanhar de um faixa colorida qualquer com a preta na cinta. Fora que imagina o que o aluno que seguir ele possa vir a se tornar: Um moleque sem fundamento, bitolado e sem técnica. Muitas vezes um protótipo de pitboy E dará continuidade a mentira de seu mestre.
Na metade dos anos 90 havia “instrutores” que abriam academias e no segundo ou terceiro mês fugiam com as mensalidades dos alunos. Hoje em alguns lugares do interior isso ainda deve acontecer.
A estrada para ser graduado é difícil. Muitas coisas podem te ajudar. Um bom condicionamento, genética (quem falar que genética não ajuda é só ver o Jon Jones e como ele a usa a seu favor em todas as lutas, amor, garra,disciplina entre muitas coisas. Muitas vezes apareceram Mefistofeles da vida lhe oferecendo vantagens, graduações, oportunidades e outras facilidades como dinheiro.Tem que ser forte para resistir.Muitas vezes você acaba até sendo visto como bobo por amigos mais próximos. Mas se manter fiel aos seus princípios acaba necessitando sacrifícios.
Fausto vendendo sua alma a Mefistófeles em troca de riquezas
Acredito que todas as coisas boas ou más geram frutos. Exemplo esses dias fui a um Supermercado e o valor da compra saiu 15 reais. Dei 55 reais ao jovem do caixa, para facilitar o troco e tals. Ele me voltou 35. Peguei 20 e guardei na carteira e falei para ele que o troco estava errado e informei que havia dado 55 e o troço certo era 40. Ele pegou meus 15 reais e me deu  40. Falei para ele que já tinha 20 na carteira e devolvi 20 a ele e fui embora. Eu poderia ter ficado com os 60. E virtualmente seria uma vantagem, mas na realidade não seria.
Hoje para minha surpresa acabei perdendo a carteira no trabalho. Do nada vieram duas pessoas que nem me conheciam e me devolveram a carteira. Estava com meu passe e meu dinheiro lá. Não faltava uma moedinha. Prefiro crer que isso tenha sido fruto da atitude que tive com o caixa do Supermercado. Eles tomaram a mesma decisão que eu (muitas vezes difícil) e no futuro creio que eles colherão os frutos.
Acho que muita coisa precisa mudar neste país e que temos muito a aprender. E se não nos despirmos desse dito “jeitinho brasileiro” a gente (digo "nós" pois a gente não conjulga verbo) realmente não vai sair disto. Enquanto houver isto. Federações serão abertas nas brechas de nossa lei para sugar o nosso dinheiro. Pessoas ensinarão sem ter ao menos aprendido para ensinar, políticos aumentarão seus salários entre outras barbáries. Não precisamos que alguém do outro lado do mundo venha nos falar o que devemos fazer a respeito dos salários irreais dos políticos e também não vamos fazer da política saída para o nosso fracasso na vida profissional. Um meio de “dar certo” na vida. Vamos semear a sinceridade pois seus frutos são bons.
Não justifique seus erros mostrando os erros dos outros. Isso é querer legalizar suas cagadas de uma forma bem rasteira. É mentir para si mesmo. Há uma grande diferença em errar e viver em erro.



David Mendes

quinta-feira, 12 de abril de 2012

O perigo da acomodação!A luta por pontos e a luta real


Anyhaseo 


Conversando com meu Senpai esta semana falávamos sobre pessoas que lutam por pontos e pessoas que lutam na real e pessoas que se escondem atrás das duas coisas e se omitem quando rola um kumite mais pesado.
Esses dias um conhecido de graduação alta estava falando ao meu Senpai que se fosse lutar um torneio de lutadores profissionais ele venceria fácil pois conhece técnicas secretas e pontos vitais onde basta apenas encostar para causar a morte dolorosa do adversário e esta era o motivo de não lutar.
Orientado a demonstrar no saco de pancada tal técnica ele desconversou e saiu do local de treino tal qual um ninja deixa o local do crime durante uma missão para matar um senhor feudal.
A gente conversa tanto sobre mitos e sobre a necessidade de se desmistificar as artes marciais hoje em dia e um camarada de graduação relevante falando uma bobagem dessas. Um artista que sua graduação o habilita a lecionar e dizendo essas bobagens. Que alunos ira formar?
O pior que as pessoas às vezes preferem crer em fantasias a crer na verdade.
Talvez seja o motivo de nas fantasias tudo ser mais leve e mais fácil.Eu digo treino “atirar uma bola de energia” e na hora de uma luta eu vou e digo ao meu adversário que conheço a técnica secreta,de com o poder do meu corpo projetar minha energia nele e ele foge da luta assim ,evitando o combate.
Como um Capoeirista que acha que se gingar bonito na frente do adversário , sem partir para o corpo a corpo, ira atemorizar seu inimigo e vencer a batalha sem lutar.
As pessoas preferem se acomodar em “contos de fadas” a trabalhar sua força física, mental, técnica e vontade diariamente para alcançar um nível melhor. Pois treinar uma determinada quantidade de socos todo dia ou de chutes, não é algo fácil. Negar suas vontades para se tornar alguém melhor do que você é hoje é algo difícil e demanda suor, sangue e humildade.
Uma vez conversando com um Jokyo Nim (aluno de Tae Kwon Do que leciona aulas ou que atinge o grau de faixa vermelha ou ponta vermelha em algumas famílias) e a quem tenho grande respeito ele me falou:Faixa é Poomsae!(forma do Tae Kwon do assim como o Karete possui o Kata o Kung Fu o Kati etc). Eu curto lutar!
Em termos concordo; mas acho radical demais o posicionamento, mas esse não é o ponto.
O ponto é que, apesar de viver há anos na mesma faixa, ele tinha Tae Kwon Do para enfrentar e vencer a academia toda exceto o Mestre, a contrapartida havia um aluno que era faixa preta que vivia falando de Dan (graduações da faixa preta) e tomava calor de faixa colorida.
Pois ele chegou na faixa preta e se acomodou. Assim como o amigo do começo do texto que chegou na preta (um grande mérito) mas parou para viver no universo das fabulas marciais e das políticas de graduação.
Duas verdades das artes marciais. Pontos não ganham lutas reais e lutar bonito simplesmente não é lutar de forma eficaz.Até já falei disso em outro post.
Exemplo:Uma vez lutei com um companheiro de treino e ele me deu quatro chutes na cabeça dos quais um foi um girado.No vestiário ele tentou zombar de mim e falou:Você viu? Te acertei três vezes na cabeça!
Eu obviamente respondi: Não foram três! Foram quatro (e chutes lindos mas sem potência e força) !Seu papel era me nocautear e você não conseguiu!Terminei a luta como comecei.Sem nenhum arranhão.E não zombando dele mas já tomei chutes mais fortes de mulheres e de adolescentes beeeeeeeeeeeemmmmm mais fortes hahahaha.
Já tomei uns nocautes técnicos de vomitar o café da manhã. No banheiro é claro!Foi encerrar a luta e falar. Mestre?Posso ir ao banheiro? La chegando acertei da porta o vomito no vaso. Mas de perder a consciência, graças a Deus, não.
Mas voltando ao foco do assunto...
Tem pessoas que se acomodam e nem para lutar por ponto servem e ficam criando folclore para viver deles e não lutar ou para esconder o verdadeiro motivo de não lutar. O motivo de ser ruim. Ou ter se tornado ruim por desleixo próprio.
Eu pra mim discípulo não pode trazer vergonha ao seu Mestre.
Então se você treina simplesmente para marcar pontos. Você esta fazendo algo errado. Você dever saber se virar num combate. Não deve ter uma arte de aparência e sim uma arte de verdade. O que adianta se você tem o maior “score” de pontos da academia se você ficar com medo de machucar a mãozinha no saco de pancadas. Ou desmaiar se seu ombro ou de um adversário deslocar durante a luta. Meu Mestre já teve que invadir dojang (local de luta ou treino de TKD) em campeonato, para colocar rótula de lutadores que nem eram seus alunos no lugar porque nem os enfermeiros não queriam se arriscar mexer no atleta machucado. Tem coisas que você pode acreditar que não é capaz, mas seus instintos o fazem capaz de ser. E tem que ter certeza do que esta fazendo.
Não se paute pelos outros, não minta a si mesmo e não se acomode.
Treine artes marciais. Entre na academia e deixe seu ego do lado de fora.
Dane-se que você é o Engenheiro Chefe do Prédio da Chrysler. La dentro você é um artista marcial e se você não souber se virar numa luta. Não adianta ser faixa X ou Y. Você é um NINGUÉM.
Como diz meu Mestre. Quer conversar? Compra uma Coca-Cola e uma pizza depois do treino e me chama!
Tem gente que entra no local de treino e fica falando de como ele virou o rei do Age of Empires e de como Upou seu Perfil do WOW ou de como estava duro o dia de treinamento com o Coaching de Finanças ou que foi ver a Palestra do Godri! No local de treino você tem que treinar!E treinar!E se o Mestre permitir você fala! E olha que tenho que me policiar nisto também. Tudo que falo serve para mim. Se não.Nem falaria.
Mas no mais sigamos treinando e nos aperfeiçoando. Quem se acomodou acorde, pois pode chegar a um tempo em que o corpo não lhe de mais as oportunidades de evoluir como hoje.
Como diz uma frase da Bíblia que fala sobre Israel se voltar as suas origens em aliança com Deus:
"Voltai à fortaleza, ó presos de esperança; também hoje vos anuncio que vos recompensarei em dobro."
 Zacarias 9:12
Se você tem esperança de ser um Mestre um dia então volte aos fundamentos e a essencia verdadeira do seu treino.
Existem diferenças entre ser:

Um faixa preta assim:



E um assim:



E é somente você quem define!


Oss




Fontes dos vídeos Youtube canais UchihaKensei e  voltio944
Fontes fotos: Google e http://dalmobushido.blogspot.com.br/

David Mendes é jogador de Street Fighter e Artista Marcial nas horas vagas!

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Um Samurai nos anos 90




"Conheça a si mesmo, mantenha o controle, compreenda a si mesmo, prepare-se, limpe sua mente e mantenha o corpo em forma!"

Andy Hug

Anyhaseo!

Conheci Andy Hug quando ele após seu falecimento.Graças a vídeos da internet e um grande amigo e também fã de K-1 chamado Marcelo.Lembro me de ter visto uma de suas lutas em VHS de alguém que conhecia alguém que conhecia alguém que tinha TV a cabo e gravou a fita e de uma forma bem mais lenta era nossa forma de compartilhar arquivos.
K-1 basicamente é um torneio de MMA focado na luta em pé. Sem quedas,cotoveladas e clinches (aquelas “abraçadas “ que no boxe se usa muito com o intuito de uma trocação a curta distancia ou mesmo para dar uma parada na luta).Pelo estilo do Campeonato se tornou um prato cheio para Karatecas Kyokushinkaikan e lutadores de Muay Thai que são a grande maioria dos lutadores do K-1.
Lembro de uma das vinhetas do K-1 mostrar todas as Artes Marciais de trocação desde o Kickboxing passando por Muay Thay,Karate,Taekwondo etc.E você assistia e ainda assiste o torneio para ver qual delas ira reinar.
Assim como antes do MMA o UFC era o Jiu Jitsu contra o mundo.E isso foi o chamariz do UFC no início e levou o UFC na sua 3º edição ser considerado o programa de pay per view que mais segurança para investimento segundo a Forbes.
Eu mesmo acho que sem essa rivalidade saudável entre as artes o MMA nem nasceria.
Lembro me de passar as vezes tardes inteiras vendo K-1.Era tempos de grandes heróis das Artes Marciais como Peter Aerts,Jerome Le Banner,Mike Bernardo,Glaube Feitosa,Francisco Filho entre outros e mais tarde Remy Bonjasky e Semmy Schilt dos quais também sou grande fã.
Resumidamente Andy Hug entrou para o K-1 em 1993 e em 1996 ele foi Campeão e foi finalista em 97 e 98.Em 2000 ele abandonou os ringues para dois meses mais tarde falecer de leucemia.
Otoshi Kakato Geri na orelha de um cidadão
Em sua fantástica carreira venceu lutadores do calibre de Peter Aerts,Ernesto Hoost e Francisco Filho etc.Uma de suas lutas mais famosas foi a vitoria da final de 1996 contra Mike Bernardo(que infelizmente em 14 de fevereiro deste ano por depressão acabou cometendo suicídio) onde deu um lindo nocaute técnico com um Gedan Mawashi (low kick).
Técnica basica do chute
Ele também usava técnica de Karate Kyokushinkaikan chamada “Otoshi Kakato Geri” um chute que consiste em com o calcanhar de cima para baixo atingir a cabeça ou clavícula e o que estiver pela frente causando um estrago e por conseqüência o nocaute do adversário.Os americanos batizaram este chute de Axe Kick (chute machado).E como torcíamos por este chute que virou marca registrada do Andy em suas lutas.
Andy Hug deixou esposa e filho e um enorme legado no MMA e no Karate Kyokushin.Hoje dada a facilidade da internet diferente de minha época você consegue encontrar facilmente suas lutas(de K-1 e Kyokushin) na internet e vale a pena serem vistas assim como o grandioso K-1.O melhor torneio de trocação do mundo.
Melhores momentos de Andy Hug:




Parte 1

Parte 2



Creditos para o canal do Youtube depeche1972
Fonte da foto: http://www.andyhug.com
Fotos do chute fonte site shinkitaikarate.ca


Oss

David Mendes é escritor de fim de semana,amante das Artes Marciais e anda dormindo tarde para caramba!


Este post é dedicado a memória de Andy Hug e Mike Bernardo e que Deus possa consolar sempre suas famílias e fãs dessas irreparaveis perdas