domingo, 25 de março de 2012

Bruce Lee:Verdade ou Mito?




Anyhaseo

 

 

 

 

“Acredite apenas 50% no que você vê nas Artes Marciais, e desacredite em 100% das coisas que você ouve”

Bruce Lee

 

"Se você tomar a pílula azul a história acaba e você acordará na sua cama, acreditando no que quiser acreditar. Se você tomar a pílula vermelha, ficará no País das Maravilhas e eu te mostrarei até onde vai a toca do coelho."

Morpheus (Matrix)

 

 

 

 

Alerta!!!!!!!!!!!

Só continue a ler se você escolheu a PÍLULA VERMELHA.

 

 

Bruce Lee foi um grande ator de artes marciais.

Desenhos de Bruce Lee em seu livro



Talvez se não fosse ele e seus sucessores muitas academias em principal de Wushu (Kung Fu) fechariam as portas.Bruce Lee foi um instrutor de Kung Fu. Bruce Lee até podia ser um filosofo pois tinha muitas frases boas.

Era um homem articulado e sabia vender a si mesmo.Sim realmente ele teve alguns discípulos mas nenhum que tenha um cartel diferente do dele em lutas.Geralmente não havia nem vídeos de demonstrações nas paginas de seus alunos.Em algumas paginas pesquisadas por mim nada mais era que lojas de diplomas online.

O que era comum nas paginas de seus alunos era o fato destes discípulos serem mestres em três ou quatro artes fora o Jeet Kune Do.Mas o Jeet Kune Do não ensina como derrubar um homem em 60 segundos (Eu também vi “Dragão-A história de Bruce Lee”)? Até pode ter o “passo a passo” mas parece que é uma arte (ou sistema de defesa pessoal) que sozinha não é algo que pareça eficaz.Ou “Mestres” de outras  artes gostam de soma-las ao currículo pois dado a genialidade cinematográfica de seu criador é uma arte que VENDE bem.

O estranho é que um destes alunos alega ser o presidente mundial da associação de Jeet Kune Do sendo que a mesma até como o Bruce Lee mesmo falava não é uma arte marcial e em seu livro Tao do Jeet Kune Do não registra nenhuma ordem hierárquica na mesma.O Tao do Jeet Kune Do que é o livro mais importante da “arte” não passa de um livro de rascunhos e anotações de Bruce Lee feito após sua morte para caçar níqueis.Se você pegar um Mestre como Nakayama para comparar.

Chega ser patético a comparação.Sensei Nakayama estudou anos.Escreveu onze livros (contando só a serie “O Melhor do Karate”) com milhares de fotografias,estudou Dinâmica e Mecânica para desenvolver os movimentos e tirar as arestas.Deixou o Karate eficiente e sem movimentos desnecessários e mesmo assim não roubou para si o Karate.Ele tinha nível técnico e intelectual para desenvolver sua própria arte e não o fez.Ele foi honesto com seus Mestres e sua arte.Mestre Choi Hong Hi (leia Xi Ron Ri) o criador [na verdade unificador das famílias marciais coreanas (outro dia falaremos disso)] do Tae Kwon do escreveu a Enciclopédia do Tae Kwon Do.Quinze livros com fotos e também varias explicações e aplicações de formas e de base da sua arte também.Fica difícil comparar.Então para ser mais “gentil” com a memória deste grande ator vamos pegar o exemplo de um estudioso de artes marciais americano (xará de Bruce Lee) chamado Bruce Tegner.Seu livro “Guia Completo de Kung Fu e Tai Chi” tem 370 movimentos fotografados.

Fotos de Bruce Tegner

Bruce Tegner fez um livro digamos assim caprichado todo dentro dos parâmetros necessários para se passar a idéia do Kung Fu mas mesmo assim não se compara a grandiosidade da arte Kung Fu que precisaria de mais de um livro para ser exemplificada. Pelas anotações de Bruce Lee ele era “antenado” com varias Artes Marciais e analisava muitas,dados os seus contatos com diversos Mestres para realização de seus filmes.Ele falava de Savate,Jiu Jitsu,Judo e muitas outras coisas.Mas seu “livro” chega ser um insulto a que pratica artes marciais dada a fraqueza de seu conteúdo.Seus desenhos poderiam ser mostrados ao lado de fotos explicativas com artistas marciais de verdade.Mas não houve tal preocupação de seus editores.Pode ser que hoje tenha alguma edição nova mais elaborada no quesito gráfico mas mesmo assim o conteúdo não é o bastante.Sem ofensas mas vi manuais de segurança privada com ensinos mais proveitosos

Não odeio o Bruce Lee na verdade sou um grande fã dele e tenho vários filmes dele.Apenas sou contra a forma que os americanos vendem ele.Os americanos o cobrem de mistérios maravilhosos como se ele fosse o único lutador imbatível do mundo.Na verdade na minha opinião Bruce não duraria muito num octógono de MMA hoje em dia.E não precisaria de nenhum campeão mundial para bater nele.Creio que qualquer lutador do card preliminar do UFC venceria ele sem dificuldade.

Para se ter uma idéia do numero de absurdos muitos americanos o vendem como o criador do MMA.Sendo que a família Gracie foi uma das precursoras de tal modalidade e criadora do UFC.

E você me pergunta:David, e os campeonatos que o Bruce participou?

Todos campeonatos que Bruce Lee participou ele nunca lutou.Sempre foram demonstrações de técnicas de defesa pessoal e de Jeet Kune Do.Em nenhum ele pôs a prova seu Jeet Kune Do,

E você me diz:David,que isso?Ele venceu Chuck Norris.

Eu respondo.Venceu sim mas através de uma lente Panavision em um de seus filmes.

Na vida real Chuck Norris foi lutador profissional e ganharia fácil de Bruce Lee.Como Chuck Norris mesmo disse isso em uma entrevista.

Antes que você pergunte o Chuck Norris nunca foi aluno de Bruce Lee.Ele mesmo já tinha algumas academias antes de Bruce Lee vir para America.Bruce Lee é faixa preta em Tang Soo Do uma Arte Marcial Coreana.

Por que os Americanos (Estadunidenses como desejar rsrs) fazem isto?

Os Estadunidenses gostam de puxar a sardinha para o prato deles. Foi assim com a criação do avião (Wright São considerados seus inventores pelo mundo e Santos Dumont reconhecido somente no Brasil e França como inventor do avião) e é assim com as Artes Marcias.Bruce Lee apesar de sua origem chinesa era cidadão Estadunidense e era um ótimo garoto propaganda do “American Way” estilo de vida dos americanos.Cobriram ele de mitos e de mistérios e criaram o ídolo perfeito a todos americanos.

E o soco de uma polegada?Este soco funciona?

Claro que funciona!Eu mesmo testei em um amigo!Ele penetra até um metro o corpo do adversário. É um soco usado no Wing Chun (um estilo de Wushu).Mas não é muito funcional.Em uma luta de MMA você tomaria umas quinze submissões antes de executar ele.É um soco de deslocamento e consiste no movimento do ombro de do quadril para empurrar seu adversário.

Agora as demais respostas é só ir buscar fora da Matrix.

 

Da minha parte só digo isto:

Sim,ele foi um grande ator e as Artes Marciais devem muito a ele como divulgador delas em seus filmes.

 

 

 

“A vida não é experimentada é meramente sobrevivida se você ficar fora do fogo”

Garth Brooks e Jenny Yates

 

Oss

 

David Mendes.Escritor de fim de semana e em muitas vezes não sabe fazer uso de pontuações pois contraiu a “Maldição Cigana da Escola Pública” uma doença raríssima.E é velho demais para chamar “Americano” de “Estadunidense”.E David Mendes ficou muito triste quando descobriu que Luta Livre era marmelada quando tinha 12 anos.

segunda-feira, 19 de março de 2012

De Charles Bronson a Restart!


Anyhaseo

Meu avô era um senhor que não teve muito estudo.A maior parte do conhecimento dele vinha da vida na roça,da atividade de marceneiro,caseiro e porteiro e grande parte de uma velha Bíblia-João Ferreira de Almeida Revista e Corrigida.Um homem baixinho de pavio curto em sua juventude.Uma vez em um jogo de futebol ele ao levar uma falta não apitada,que o lesionou, pelo juiz.Calmamente ele foi ao seu paletó e pegou sua amiga inseparável,uma garrucha 32 mm.
Voltou a campo e deu um tiro na rotula do adversário.É obvio que teve de fugir e arranjar um advogado para justificar sua vingança futebolística.Anos mais tarde quando conheci meu avô ele já tinha abandonado a fama de “cabide de armas” que tinha quando era jovem.Ele era somente meu avô.Um porteiro e na carteira de trabalho era discriminado sua educação como rudimentar.Mas eu mal via a hora em que ele chegava de manha do trabalho trazendo iogurte para mim e minha irmã.Aos domingos eu e ele íamos assistir Domingo Maior na Globo.E na época passavam sempre aqueles filmes estilo “Desejo de Matar” do Charles Bronson ou Kickboxer do Van Damme.Até naquela época os filmes eram diferentes.Um homem lutava contra os caras maus.Não existia  meio termo.O mal era o vilão e o bom era o moçinho.Hoje os filmes e desenhos apresentam personagens com uma personalidade e comportamento um tanto quanto ambígua.O mais triste é que crianças assistem e tem seu comportamento moldado nisso.Num mundo violento como o de hoje até em meninas a sensibilidade e fraqueza pode gerar sofrimentos desnecessários;imagine em um menino.Ele cresce desrespeitado e desacreditado como ser humano.Não só na TV como na vida os exemplos eram melhores que os de hoje.Meu pai foi um homem que me ensinou a sempre respeitar uma mulher e trata La bem.E isso ele me ensinou com 6 anos.Lembro me com clareza ele conversando disso comigo em sua oficina.Outros tempos.Hoje em dia o pai larga o filho no computador e mal sabe ele o que a criança/adolescente esta vendo ali.
Lamentável.
Nas artes marciais é assim.Você treina para ser exemplo.Então você tem que se portar como tal.Ninguém respeitará um mestre "sensível".Shihan quer dizer isso.O homem que serve de exemplo e aquele que todos devem ter como referencial.
Ninguém treina para ser derrotado.O amor do Mestre tem que ser transmitido em porrada.Igual uma espada em que o ferreiro,apesar de amar e ter carinho por sua obra,ele a marreta até que ela esteja de forma satisfatória para entrar em uma guerra.Mestre bonzinho como sempre falo forma aluno fraco.
Lembro de algumas vezes ter saído da academia arrasado imaginando que não era para mim treinar artes marciais,pois tinha sofrido demais no treino.Mas após uma boa noite de sono amanheci louco para voltar treinar.
Hoje existe uma supervalorização do homem dito “sensível”.O termo “emo” esta na moda.
A garotada luta por coisas fúteis como o megaupload ou choram com a musica nova do restart ,mas não se sensibiliza , e cumpre sua obrigação, a dar lugar a um idoso ou ajudar um deficiente subir a calçada.Ou mesmo se colocar no lugar de filho na sua relação com seus pais.Uma sensíbilidade falsa e equivocada em seus propósitos.
Meu Mestre de TKD e meu Sensei de Karate são pessoas com personalidades ,métodos de treinos diferentes e com certeza opiniões diferentes.Mas são homens no quesito de exemplo totalmente  iguais.Homens de verdade que vêem na fraqueza de seus alunos pedras de lapidação de caráter,justiça e honestidade.
Pense nisso.

Oss

David Mendes.

David Mendes é fã de Charles Bronson,Bud Spencer & Terence Hill e do inesquecível Dirty Harry interpretado por Clint Eastwood.E está montando uma cinemateca para a posteridade com estes filmes classicos.

terça-feira, 13 de março de 2012

Arte Marcial Fast Food!


Anyhaseo
Uma vez na antiga China um homem passeava pela rua e vendia pequenos livros com técnicas de luta.
Um jovem curioso por artes marciais comprou este livro e treinou ele durante muitos meses.
Fazia seus movimentos todos os dias. Um triste dia teve que defender sua família e acabou perdendo seus entes queridos. Vagou muitos anos até encontrar um Mestre e esse Mestre lhe falou:
Suas técnicas até funcionam, mas você escolheu o método mais fácil. Você fugiu de uma vida de disciplina, respeito e árduo treino para aprender ao seu bel prazer. Negou se caminhar com um instrutor, se recusou a ser corrigido e disciplinado. Você perdeu para seu orgulho e preguiça. Seu orgulho negou todos os grandes guerreiros que morreram para que esta arte chegasse até você. O jovem chorou.
Esta estória eu estou usando para ilustra o que vou falar agora.
Uns anos atrás um jovem Mestre visitou meu Mestre e lhe falou: Mestre, lute comigo?Meu Mestre estranhou: Há muito tempo não havia desafios em nossa cidade. Décadas inclusive. Meu mestre o convidou para entrar na academia e ele falou que não se tratava de um desafio e sim que queria testar suas habilidades. Havia treinado muitos anos e chegara a faixa preta, mas sentia que lhe faltava algo. Algo não estava bem para ele. Se sentia a mesma coisa de anos atrás. Quando havia começado a treinar. Meu Mestre aceitou a luta. Trancou as portas da academia e a luta começou. Minutos depois o jovem cai no Dojan . Ele se recupera e muito triste relata que além de graduado ele graduava pessoas. A diretoria de sua academia o ensinava que deveria corrigir o aluno uma vez, duas no máximo e na terceira deveria deixar o aluno fazer do jeito que bem entendesse pois tinham medo de perder o aluno , pois era uma academia famosa e precisa manter seus alunos. O freguês tem sempre razão. Do mesmo jeito que ensinava foi lhe ensinado no ínicio. Ele agradecido cumprimentou meu Mestre e com uma promessa de treinar e ser um Mestre melhor. O nome dele permanece em segredo até hoje.
Hoje vivemos num mundo capitalista povoado de academias, federações, mestres e alunos.
Muitas vezes têm que andar muito até achar uma academia séria, com pessoas sérias, muitas vezes uma academia bonita, parcelas cômodas com uniforme incluso e anos no mesmo local podem não representar um bom ensinamento e sim o mal das artes marciais fast food disfarçado.
Com o advento da internet vemos isto crescer severamente. A ponto de hoje oferecerem aulas virtuais o “tal” do “e-learning” com graduações podendo ser tiradas ao bel prazer do aluno quando tiver dinheiro para fazer o exame. Como o garoto que comprou o livrinho de técnicas no passado. Hoje numa academia séria com treinamento sério ainda há pessoas com dificuldade e que requerem mais atenção do Mestre que muitas vezes necessita deixar que outro aluno mais graduado guie a aula para acompanhar o jovem com dificuldade ou deixar um aluno mais graduado responsável por ele. Até que o mesmo comece assimilar a arte, lateralidade etc.
O pior é que eles se aproveitam de jovens que assistem filmes de artes marciais e desenhos, para de posse dessa boa vontade semear suas mentiras e sofismas.
Transformam estes jovens em massas de manobra fanáticos por suas academias e que não aceitam outras artes ou questionamentos, como fanáticos por futebol, e quando vêem um questionamento levam para o lado pessoal e sem bases argumentativas se envolvem em diálogos passionais de posse de sofismas, desafiam pessoas atrás de um computador ,e fogem quando se vêem de encontro com a verdade de na verdade serem piores que leigos.Você pode mentir para todos menos para si mesmo, pois cada um sabe onde o sapato aperta.
Como Sensei Higino fala:
”Pior que não saber lutar é pensar que sabe e acreditar nisto”
Quando vir uma academia assim analise. Veja se o testemunho de seu Mestre como homem e lutador. O mundo é cheio de medalhistas e campeões. Você tem que estar treinado para conhecer o verdadeiro. Às vezes não é um cara que chute bonito, mas um que saiba como usar sua genética a favor de si e transmitir isso. Mas vou parar, pois este é outro assunto.
Oss

David Mendes Amante das Artes Marciais já ocupa grau avançado em Tae Kwon do e Capoeira no jogo Tekken

SOS PAULÃO!


Um dos maiores nomes do karate brasileiro, o sensei Paulo Góes (Paulão), está passando por um momento delicado, com um problema sério de saúde. Foi montado um grupo com o intuito de ajudar essa lenda do karate. Quem desejar e puder ajudar: o nome do grupo é "SOS PAULAO", no facebook.

Segue a conta para depósito:

Banco Bradesco; Agência 2539- 9 ; Conta Corrente 13 045- 1,

Favorecido: Yara Góes de Affonseca; C.P.F. 384 962 247- 91

OSS

Fonte: http://karatejka.blogspot.com/

segunda-feira, 12 de março de 2012

A forma dos fracos!


Anyhaseo!

Fui fazer uma entrevista em uma loja de games num shopping de Campinas.Ao aguardar o entrevistador ia acompanhando as crianças jogando.Quando vi um menino que jogava habilmente um jogo de bateria.Ele aparentava ter uns 7 anos.Ele jogava tão habilidosamente que parei para assistir enquanto aguardava ser entrevistado.Quando chegou uma mulher de uns 25 anos lindíssima e muito bem vestida e falou ao menino:Filhinho vamos ao Mc Donald´s comer e logo você volta a jogar.O menino olhou para e falou:”Vai tomar no seu ...”
Apesar de eu ter me recusado escrever o impropério todos nós sabemos o que ele falou para sua própria mãe dentro de uma loja lotada com outras crianças.A mãe simplesmente saiu levando ele sem nem se zangar enquanto ele gritava alguns palavrões semelhantes mas que quando eu tinha 7 anos eu nem conhecia com tanta intimidade.
Se fosse minha mãe e a mãe dela o que ocorreria?Uma surra homérica de fio de ferro ou vara de marmelo entre outros castigos.
Se fosse meu pai e eu nesta situação:Eu levaria um tapa para nunca mais fazer a mesma coisa.
Quero dizer que não sou a favor de violência infantil ou banalizar a agressão física para crianças.
Só apanhei uma única vez do meu pai que eu lembre.E foi para nunca mais querer apanhar.O meu pai trabalhou a vida inteira com metalurgia e desentortando ferro na marretada.Dada a descrição você imagina a porrada que era ( e suponho que ainda é) um tapa do velho.
Na academia era a mesma coisa.Nos anos 90 e 80 para trás.Você treinava artes marciais e você tinha que aceitar que seu mestre o corrigisse muitas vezes na base do tapa.Sem exageros é claro.O mestre nunca batia para agredir e sim para ensinar.As vezes um tabefe na boca do estomago para você corrigir a postura.Um tapa na coxa p verificar se a base esta forte etc.Isso pois silenciosamente há um consentimento do aluno que confia em seu mestre para ensinar.Não se permite apanhar de todo mundo é claro.Em alguns países orientais o professor de artes marciais ou não tem até hoje o direito de punir fisicamente o aluno se este fizer algo que prejudique a si mesmo e a classe.
No ocidente não se usa mais isso.Se um aluno hoje voltar roxo para casa é capaz de rolar até um processo criminal contra o mestre e a academia.
Hoje com aumento de leis (que visam “beneficiar” as crianças) o bom senso e autoridade dos pais e educadores vão sendo destruídos e temperados com uma vida onde tudo é mais fácil e confortável.
E desta mistura está sendo gerada a geração mais fraca que eu já vi nos meus trinta anos de vida.
Crianças e adolescentes habituados a treinar artes marciais forrados com equipamentos de “proteção” que muitas vezes privam seu corpo de ser calejado e moldado na luta.Filhos habituados a seus pais cumprirem todas suas vontades.
Física e psicologicamente estão sendo geradas pessoas fracas.
E isso esta sendo a forma dos artistas marciais do futuro.Isso esta moldando homens de gesso para que no futuro sejam quebrados ou descubram que treinaram a vida toda para apanhar de qualquer aluno mediano dos anos 80.
Para quem foi moldado nessa forma sugiro que se desafie.Treine mais.Viva mais a arte marcial.Treine com um professor rígido.Ainda existem deles é só você buscar.
E se você cria seus filhos ou treina seus alunos de forma permissiva.Pense um pouco.Pense em que muitas vezes ser severo irá resolver muitas tristezas do futuro.Tanto para seu aluno como vergonhas para o nome seu e de sua academia

Medite no assunto
"Professor rigoroso forma aluno de alta categoria!"Sensei Chicão
 
Oss
David Mendes

quinta-feira, 8 de março de 2012

A letra mata...


Anyhaseo

Esses dias conversando sobre Karate com meu Senpai Ricardo (aluno mais graduado) ele me fala a seguinte frase:
"Um faixa preta tem que saber se virar em uma luta e não somente conhecer as terminologias da arte"
Fiquei pensando nisso durante um tempo. E isso nos remete Ao título do post.
Essa frase é oriunda de um versículo bíblico (2 Coríntios 3:6) onde Paulo alerta sobre o perigo de dogmas e estudos o tornar e alguém morto Espiritualmente!Como os sacerdotes da época.Que sabiam muito sobre genealogias e pouco sobre ser um servo de Deus.
E como estes Sacerdotes muitas pessoas quando estudam artes marciais ficam assim.
Elas ficam fascinadas pela teoria e pela história que acabam esquecendo que aquilo é uma arte marcial um método de defesa e luta.
Quando uma pessoa dessas entra em um local de luta ela fica deslocada e não sabe se defender de um lutador mais agressivo.E em tese são pessoas que entendem horrores da arte.Porém quando vêem uma Makiwara elas inventam mil problemas e saem de mansinho.Na hora de uma luta mais pesadinha elas descobrem dores incrustadas no corpo e lesões que outrora nem existiam.Se você leitor, esta lesionado de verdade então,não precisa se ofender.
Quando você faz um kata ou até quando você da um soco eles vem te corrigir.
Falam que o braço devia estar um pouco para baixo ou para cima.Nunca falam algo que realmente ira mudar seu golpe. O pior que essas pessoas quando vêem alguém fazendo uma forma ou uma luta mais pesado cobrem o artista de defeitos.
Vi um Sensei fazer uma forma uma vez em que todas as aplicações estavam eficazes e pareciam que ele estava em uma luta mas não pode se dizer que foram movimentos plásticos como esses “estudiosos” gostam de ver.Ai ao terminar a apresentação começou a chiadeira.Reclamando que estava pesado,lento e bla bla bla.
Como meu Senpai sempre fala.Um golpe tem que ter eficácia e técnica.Beleza deixa para os bailarinos.Numa luta o que irá te salvar é isso e não a “fotografia” do golpe e sim se você conseguira traumatizar o adversário.O nocaute irá encerrar a luta.
Para exemplificar uma vez vi uma luta dessas de vídeo da internet de “Cross-over” de artes marciais onde um instrutor de Kung Fu lutava contra um lutador de Muay Thai (não quero com esse exemplo dizer que arte A é melhor que B pois como aprendi de meu Mestre é que o artista faz a arte).O lutador de Kung Fu dava chutes altos lindíssimos enquanto lutador de Muay Thai metia umas caneladas e socos sem beleza nenhuma porém forte demais a ponto de acabar com o lutador de Kung Fu em pouco tempo.A eficácia ganhou da beleza.
Finalizando o post como meu Senpai diz todo Artista Marcial tem o direito de ser melhor em Kata (forma) ou ser melhor em Bunkai (aplicação) ou Kihon (técnica) mas no Kumite (luta) ele tem que saber se virar sempre.Pois senão ele simplesmente vai ser um individuo a apanhar de faixa preta na cintura.O que é lamentável de se ver.
Shodan tomando calor de colorida é vergonhoso.
Pensem nisso...
Continue estudando mas sem esquecer a sua origem.
Oss

David Mendes
Extremamente a favor de Artes Marciais como disciplina nas instituições de ensino públicas.Principalmente  para mulheres e crianças.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Humildade:O Mestre e o quadro.


Anyhaseo

Este causo ocorreu quando eu trabalhava numa loja de atendente,durante as férias de meu trabalho formal,quando no meio de um papo sobre filmes de artes marciais acabei conhecendo um senhor que foi Mestre de Karate Kyokushin.Papo vai papo vem e falei para ele que tinha um filme que falava do Sensei Oyama chamado “Fighter the Wind” e acabei copiando o filme para ele.Em retribuição ele me falou que me daria um quadro de Karate.Pois durante o papo acabei falando a ele que eu treinava e ele conhecia o Sensei que treinou o meu Mestre nos anos 80.
No mais não sabia que o presente que eu receberia seria tão precioso.
Um dia doido para sair correndo do trabalho para treinar me aparece o Sensei com um quadro imenso idêntico ao que esta no Dojo que eu treino.
O estilo de pôster e a foto remetem bem o estilo das academias anos 80.Fora que a foto do Grandioso Masahiko Tanaka Sensei que por si só o transformava em um quadro imponente.
Com um grande Oss retribui ao Sensei o maravilhoso presente e sorridente pequei meu presente imaginando como o levaria para casa.Foi quando o Sensei falou:
-Foi com um nó na garganta que peguei este quadro...ele estava no quarto de meu filho.Junto com seu Dogui (Kimono)...
Pensei comigo:Será que o filho dele não sentira falta do quadro?Será que o filho dele mora muito distante e por isso o Sensei ficou triste ao pegar o quadro?
Aí o Sensei continuou:
-Meu filho faleceu em um acidente de carro quando estava na faixa marrom.
Na hora me entristeci de saber que um Sensei como aquele tinha passado por uma dor terrível dessas.
Eu perdi minha mãe.E sei como é triste demais e é odioso perder alguém amado,mas é o curso da vida perder os pais.Mas com filho é outra história.Não é natural perder um filho.Deve ser uma dor inimaginável.Fora que ele estava quase para ser um faixa preta e dar prosseguimento ao Karate de seu pai.
Hoje vejo o quadro em meu quarto,e além de lembra deste jovem e de seu pai, eu me alegro por ter sido digno de receber tal presente e de ter conhecido este Sensei.
Já saudei Karatecas meus conhecidos e de mesmo dojo e estilo com Oss e não fui respondido.Mas um Mestre de uma outra escola,um outro estilo e uma outra arte por assim dizer humildemente levou as mão a meio do plexo e cruzando-as bem ao estilo Kyokushin,me respondeu com Oss.Ele não tinha nenhum motivo para me saudar.Ele já era Mestre,era de outra escola de Karate,eu nem era aluno dele e pior eu sou um faixa branca,mas ele mesmo assim,sorrindo humildemente me saudou.
Nessas horas você vê quem é Mestre e quem somente tem uma faixa preta para segurar as calças.
Um homem que me ensinou uma valiosa lição sobre humildade e desprendimento.Uma lição que vou passar para meus filhos com orgulho.


Osu 

David Mendes

"Talvez a única forma de sermos imortais é deixando boas lembranças aos nossos semelhantes!"